domingo, outubro 25, 2009

Trabalhar...até quando?!

Fiquei aqui pensando, pra variar, em algumas diferencas entre Brasil e EUA. Isso depois do que aconteceu comigo essa semana no Target (loja daqui tipo Walmart).

Fui passar no caixa e uma senhora de bem quase uns 70 anos me atendeu. Ja me dá uma dó enorme ver uma pessoa assim, nesta idade, trabalhando, em pé o dia inteiro. Mas enfim...ela passou todas as coisas que eu tinha comprado e a ultima era um - 1 - donut. Ela procurava e procurava o código do donut, digitou alguma coisa, o código não entrava, digitou outro que enfim calculou uma dúzia de donuts ao invés de 1. "Isso não pode estar certo", ela dizia...tadinha.

Aí ela digitou mais e mais e na segunda vez, ao inves de uma duzia, calculou meia duzia. O povo na fila ja começou a ficar meio impaciente mas eu mostrei pra ela que eu estava bem e que pudesse ficar calma - na verdade eu estava ficando nervosa por ela. Finalmente, ela conseguiu o código de 1 donut, só que no meio tempo ela cancelou tudo o que ela já tinha scanneado. Meu coração quase parou de dó dela. O pessoal na fila estava mais impaciente e eu ví que ela começou a tremer...e eu disse...vai com calma, pode passar de novo, essas coisas acontecem.

Ai fiquei aqui martelando...imaginando a dificuldade desses velhinhos em trabalhar, com essa idade e ter que enfrentar essas novas tecnologias de hoje em dia. Imagino que pra eles deve ser um quebra-cabeça. Me corta o coração.

E aí muitos dizem que morar aqui é uma maravilha, 100%. Agoa encontrar velinhos (uns velhinhos MESMO - tipo 75 anos pra cima...no Walmart tem um monte) trabalhando, me pergunto aonde está a maravilha. No mínimo se trabalha até os 65...porque é quando eles tem direito ao seguro saúde do governo. Se a pessoa não está empregada - 2 que trabalham comigo estavam comentando - o seguro saude fica por volta de $350.00 por mês. Muitos desses idosos trabalham apenas para ter o direito de ter seguro...

Sou eu que estou enganada, ou o pessoal trabalha até tarde assim no Brasil? Eu não lembro não....

quinta-feira, outubro 08, 2009

quarta-feira, outubro 07, 2009