terça-feira, agosto 12, 2008

Life goes on...

Dói…ainda dói muito tocar no assunto.

Embora - pensasse - que havia me preparado para o inevitável, nada se compara com a realidade. Nada. Mesmo sabendo que podería não estar lá para os últimos momentos, nada suporta a verdadeira dor por não estar lá. Nada sustenta essa angústia que não sei de onde vem.

Nesse momento repenso minhas decisões, minha vida pra cá, mas nada disso teria mudado o fim dessa história. Agradeço sim pela oportunidade de ter ido ao Brasil e ficado por lá 2 meses esse ano
. Por tê-lo visto quando ainda estava 'bem'.

Cancer é uma merda. Uma MERDA!

Nào dá pra explicar o que se passa na minha cabeça, ainda mais difícil é explicar esse sentimento para pessoas que não o conheceram. Difícil entender meu pranto. Mal posso pensar no meu pai que mil fotos aparecem na minha cabeça, e… por incrível que pareça, todas dos bons momentos. Ele tocando teclado, é uma das que mais me recordo (e que ele era mais conhecido!). Ou fazendo churrasco. O orgulho, 90% das vezes sem fundamento, mas parte dele. As piadas, com ou sem graça…ele tinha que contar. As casas que construiu...as que terminou, as que não. Claro, todas com churrasqueira.

Meu pai, meu Herói, meu bandido. …

Nesse momento, meus sentimentos são muitos…

Saudades…insegurança…raiva…medo…tristeza pelos momentos que nào ncompartilhamos, a minha casa que ele nunca visitou. Esperança…

Mas, a vida tem que continuar. Já estou em Utah há 2 semanas. Assim que melhor me sentir, conto as novidades. Mas já digo que estou gostando!

ps.: obrigada por todos os comentários. O carinho de vcs me fez um bem enorme.

...

17 comentários:

Angela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Angela disse...

oi Cyn

Sim, miga, a vida continua... seja forte, pois a vida continua ...e vc superar essa fase, viu!



TUDO di bom prá vc aí nessa nova cidade!


bjo!

Cheers! Fla disse...

Oi Cyn,

Estava pensando em voce ontem mesmo, entrei no Orkut e vi sua foto e fiquei pensando como voce estava, sua mudanca, tudo o que estah acontecendo com voce e sua familia. Mas voce eh forte, nao se esqueca que voce tem o direito de chorar e ter esse momento pra voce. Volte quando der, quando quiser, dah um beijao na Becca que deve estar linda demais neh?

Beijao!!!

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Ai Cyn... só o tempo mesmo. Não há o que se possa dizer. Ele tocando com a Beca é emocionante.

Esperamos você com as novidades sobre Utah! ok?

Beijocas querida

Carol Borba disse...

Meus pensamentos continuam contigo.
Ah! Você era AuPairCare? Porque no blog deles tem uma foto tua. Se não é vc, é alguém que poderia ser tua irmã gêmea.
Enfim, que teu novo anjo-da-guarda possa te trazer muitas alegrias nessa vida nova em nova cidade.
Beijos mil.

Bia Mendonça disse...

Mesmo pessoas q já passarem pelo oq vc tá passando não entendem exatamente oq vc esta passando, cada dor é um dor, sentida de forma diferente por cada ser humano!

Mas eu te garanto q com o tempo a dor vai diminuindo, a raiva vai passando, a insegurança e o medo tb vão indo embora, mas a saudade nunca vai, fica sempre ali, para nos lembrar dos bosn momentos, tenho certeza!

bjos,
Bia

Anônimo disse...

Pois é,Cyn.É tudo isso que vc falou e por incrivel que possa parecer,eu tõ sentindo muita falta
Tua mãe

rita disse...

Oi Cyn,
Claro que ja to chorando aki neh, nao eh facil!! Mas a vida continua, e seu pai esta bem melhor agora olhando por vcs!!
Eu fico aki pensando, minha mae veio me vizitar por 40 dias, desses 40 dias 38 brigamos hehe mas ja to com peso na conciencia!
Fique forte!! Ja sabe se um dia quiser vir pra california...tem onde ficar!!
Muita saude pra toda sua familia!!
Beijuss

Elaine Myers disse...

OI Cyn, o video eh mesmo emocionante. Mas a vida eh assim, e o bom eh que voce tem muitas otimas memorias dele. Ele sempre estar com voces, pode acreditar.
Beijos e boa sorte p voces aih em Utah.
Fiquem c Deus!

Laura disse...

Oi Cyn, nao sei o que dizer. Sinto muito mesmo, viu. Seu pai tocava bem. Que lindo esse video. Eh a Rebecca que esta no colo dele?
Cyn, um abraco bem apertado pra voce, my heart and prayers go out to your family

Sonho Meu disse...

Só quem passa por isso, que sabe a dor de uma perda.
Felicidades pra tí.
bjs,
me

Anônimo disse...

Mi Cynthia, me gustaria estar cerca de ti para acompañarte en este momento tan duro..
I'm sorry but I don't speak portuguese yet, anyway even if I'm far away from you, my heart is with you at this difficult moment. I wish the best for you and your family in the new city..
La vida continua!
Contigo siempre, LUZ (your venezuelian friend, from France)

Lucia Cintra Stevenson disse...

Querida, minha mae tb morreu de cancer. Entendo exatamente o que sente. E apesar de ja ter se passado dois anos e meio, e apesar do tempo ter amenizado um pouco a dor, aquele sentimento de vazio ainda permanece...

O que ajuda sao as maravilhosas lembrancas que como voce mesma mencionou aqui, voce as tem guardadas no coracao. E tb aqueles que te amam ao seu lado.

Forca ai! Se um dia quiser conversar, saiba que mesmo virtualmente, voce tem uma amiga em mim.

Com muito carinho, Lu

Taty simplesmente disse...

Oie...sei que é um clichê, mas a vida continua e Deus permite que superemos todos os obstáculos, sei que você é forte, tem uma grande coração e a tristeza do momento irá se transformar em lembranças boas e saudade....saiba que amo vcs e sempre está no meu pensamento...Vc vai se muito feliz ai em Utah...tenho certeza...Beijão no Brandon e na Becca. Amiga....fica com Deus....beijão

Anderson Bueno disse...

Oi, Cy... eu li hoje seu blog e realmente fiquei muito triste com o acontecido, mais existe um Deus lá em cima que irá cuidar de vcs aqui na terra e essas angustia logo passa e ficará apenas as lembraças de momentos inesquesiveis... bom não fou muito bom para escrever então estou apenas deixando meu abraço a vc !!! Um grade beijo

Amara Ribeiro disse...

Oi Cynthia..Adoro seu blog... Sobre esse seu momento, sinto muito pelo seu pai mas tenha certeza de uma coisa: a de que ele estará sempre ao seu lado. Meus pais já morreram e os dois de câncer... Não se sinta culpada por não estar aqui...Na verdade, o sentimento é o mesmo em qq situação. Estava do lado dos dois, cada um em seu momento e no caso da minha mãe estava até abraçada à ela e ainda assim me sinto culpada por não ter podido fazer nada...Essa dor infinita de hj, daqui há uns anos será uma saudade sem fim...
Independente disso, tenha certeza que o melhor para ele aconteceu: ele não sofreu muito. Pq é como vc disse: "O câncer é uma meeeeeeeeeerda."
Fique com Deus...
Bjos para vc e para sua filhota liiiinda de montão!!

runescape money disse...

lol,so nice