quinta-feira, setembro 13, 2007

Salvos pela Bossa Nova...

Será que fui eu a única tonta que sempre admirou a Música Popular Brasileira como sendo original, única, e sabe..."a nossa música"?! Ainda bem que, muito antes da MPB, sou completamente louca é pela Bossa Nova, porquê essa sim, é brasileira, tem o nosso "carimbo".

Meu pai é (entre tantas outras coisas) músico. Cresci escutando, quase todo santo dia, ele tocando teclado, ou violão, ou seja qual for o instrumento que ele tinha por perto. Desde criança escuto tudo quanto é tipo de música que ele toca, principalmente "as brasileiras". Acho que foi aí que meu encanto pela Bossa surgiu. Amo tudo o que o Tom Jobim criou...e segue-se Vinicius, Toquinho, e por aí vai...

Nunca fui fã do Roberto Carlos, como a maioria é. Nem mesmo Erasmo...mas tirando estes, gostava de escutar as músicas da Jovem Guarda...as achava engraçadas, com um ritmo contagiante.

Essa mudança de sentimentos começou a mudar quando me mudei pra cá. Afinal, eu escuto muito rádio no carro. E dá uma raiva quando descubro que muitas (e digo, MUITAS) das músicas que eu sempre gostei, e que pensei fossem originais do Brasil.... não são. Uma grande parte são versões de músicas americanas.

Aí você vai dizer: "Jura, você não não sabia disso?!" Sabia...de algumas, ou várias. Mas é surpreendente como a dia dia descubro mais uma! É impressionante o número de versões!

Ah, é de doer, sabe. Ainda mais é saber que nem direito fazem. Originalidade? Aonde??? E isso vai da Jovem Guarda, passa pela MPB atual, até o Carnaval. Quer dizer, isso vai muito além...música sertaneja, samba, faz-se versão de tudo!!! Quer um exemplo: Um dos grandes hinos do carnaval, Está chegando a hora, é uma versão da mexicana Cielito lindo. Vai dizer que vc sabia?!

Tá, eu sei que você também vai dizer que o importa é que músicas assim fizeram sucesso, tem um ritmo ótimo e que todo mundo gosta. Ok, concordo. Mas não venha me dizer que são "originais". Atualmente tudo parece piada. A versão não tem nada a ver com a original. Do passado, a maior piada foi Erasmo Carlos, com a famosa Splish Splash. Só pelo nome eu já devería saber que era uma versão.

"A música estava tocando na Rádio Metropolitana, e foi exatamente ali que Erasmo Carlos escutou Splish splash pela primeira vez. “Achei a música engraçada e resolvi fazer a versão”, diz.Na maioria das versões de músicas americanas feitas no Brasil, o termo “versão” não é apropriado porque os chamados versionistas não fazem versão e sim uma outra letra para a melodia. Com Erasmo Carlos não foi diferente. O tal “splish splash” citado na letra original de Bobby Darin faz referência ao barulho de um objeto caindo na água: “Splish splash I was taking a bath/ all about a saturday night/ rubbed up just relaxing in the tub/ thinking everything was all right…”. Erasmo Carlos não sabia inglês, apenas imaginava o que a letra poderia dizer. E na sua imaginação aquele “splish splash” se transformou em um beijo seguido de um tapa dentro do cinema."

Cômico, se não fosse triste. É isso o que me incomoda.... a versão não é uma tradução, às vezes nem algo parecido, nem perto disso! Há quem vá concordar, e quem não vai. Mas, embora continue gostando de certas melodias, muitas e muitas músicas (e musicos) caíram no meu grau de admiração. Porque copiar não é ser original. E isso é no mínimo, triste.

Bom, eu sei que algum dia eu mesma possa me contradizer, e descobrir uma música que amo de paixão, é uma versão. Até lá... continuo dizendo que tudo isso é uma decepção.

Como fã do Tom Jobim, concordo com ele... Quando a grande quantidade de músicas estrangeiras vertidas para o português já estava demais, Tom chegou a protestar em 1956 com Samba não é brinquedo, que diz: “Se Noel estivesse aqui/ acabava com a versão…”.
Bjs,

PS.: Achei esse blog antigo, e esse post sobre o mesmo assunto, ótimo. Dê uma olhadinha

Cielito Lindo:

Sem noção...Splish Splash

15 comentários:

Cheers! Fla disse...

He, he, nao sabia disso nao, quer dizer, as sertanejas eu sabia, nao sei se todas, mas a gde maioria, mas MPB??? Musica Popular BRASILEIRA ha, ha. Onde esse povo esta(va) com a cabeca?

Fabiane Ferraz disse...

Cyn, tenho tido muitas revelacoes como as tuas desde que cheguei aqui e uma das grandes piadas que o Andy faz e a nossa "versao" de Dust in the wind. Por que ele entende portugues agora ele entende as bobageiras que eles estao dizendo na "versao" brasileira.
Um outro assunto delicado aqui em casa, e digo delicado mesmo (nosso namoro quase foi por agua abaixo por causa disso!)e sobre o "pai brasileiro da aviacao". Me diz que nao e Dumont?!!
Voces ja falaram sobre isso?

citacastro disse...

Aconteceu o mesmo comigo varias musicas que eu achava ser originais descobri mais tarde ser uma versao....
E falando em versao o Jason ficou super surpreso ao descobrir que a Garota de Ipanema foi composta por Tom e Vinicius, ele jurava que nos haviamos copiado esta.
Ele sempre achou que a versao americana fosse a original.

Van disse...

Essa do Erasmo fazer a musica splish splesh com base em uma letra q ele nem fazia idéia do q era....é absurdo mesmo hen?!
na minha concepção, o maior trunfo de qualquer manifestação artistica é a criatividade...
o q falta nesse pessoal q vc citou né?!
beijinhos!

Andrea Freitas disse...

Cy,
Tudo bom ? Sou brasileira baiana e leio muito seu blog.
Vou te dar uma noticia vai ter uma minisserie com estreia prevista pra inicio do ano sobre a vida de TOM JOBIM
Não sei se você tem acesso aos nossos canais aqui no Brasil.Vai passar na globo.
Beijos
Andrea Freitas

* Leda disse...

Olá Cyn...A do Erasmo eu já sabia mas qto ao "Cielinto Lindo" foi surpresa!Brasileiro q ñ é bem informado é bem enganado!Eu me incluo na lista!hihihi
Ah, tô me sentindo em ter um link meu no seu blog!Bligadinha!
Bjs

Laura disse...

Eh, eu ja sabia disso. Qual eh a musica que voce gosta, que eh versao?
Quando eu era crianca eu tinha o disco da novela Estupido Cupido, que eu amava, e a maioria daquelas musicas sao todas versoes. Biquine Amarelinho, Estupido Cupido, Chuva, Neurastenico, etc. Tudo versao!

Sonho Meu disse...

Como dizia o Chacrinha..."na vida nada se cria, tudo se copia" !.
Bem...eu escuto musica classica, e to cismada(apesar de nao entender de teoria musical e nao tocar nem sino) que o frevo Vassourinhas foi plagiado de uma estrofe da sinfonia do Mozart, chamada Jupiter. Se eu tivesse oportunidade de mostrar a semelhança, para alguem que entendesse de musica, ele iria entender e concordaria com a minha teoria.
bjo,
me

Ellie disse...

Oi Cyn. Adorei o post. Quanto a sua pergunta, eu acredito que seja o mesmo produto sim, ja que os ingredientes sao os mesmos (hipoglos e Vitamin A&D ointment).
Beijinhos

Cristiane disse...

Oi Cyn!
Você não é a única a adorar Bossa Nova! Eu também gosto muito e, inclusive, escolhi esse estilo como fundo musical pro álbum de fotos digital do meu casamento. Eu até pedi opinião pro John, mas como ele ficou enrolando, coloquei tudo Bossa Nova mesmo!!! Hahahaha
Beijão
Cris

Tatiana disse...

Oi...por sorte encontrei sua mãe segunda caminhando no lago, ela me disse q seu pai ia ontem fazer um exame p ver se as plaquetas tinham subido para fazer a quimio, fiquei de ir lá, mas ela me disse q de terça e quinta está indo p Ouro Fino, bom aqui na malharia tb não consigo ir embora cedo, sábado vou dar uma passadinha lá, ok. bj fica bem, vai dar td certo, bjs

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Cyn fala s�rio! Tem cada tradu�o que d�i no ouvido!!!Mas decep�o a parte, adorei seus coment�rios l� no blog. Continue indo l�. Mas olha s� pode dar sugest�o? Tire umas fotos ai de Idaho! Coloque aqui, sua vis�o do local! Voc� sempre comapara com Maryland, parece que gostava mais de l� n�
� isso, curiosidade minha mesmo. Espero que esteja tudo bem por ai.
Beijocas mil

Gisele disse...

Oi Cyn,

Vim aqui só para dizer que li todo seu bloquinho, desde o começo. Estava fuçando no blog de au pairs, vi sua história me interessei e li. Não poderia deixar de comentar que a vida nos leva a caminhos que não esperamos e de fato o que está no nosso destino não tem como fugir, toda sua história desde decidir onde ser au pair a força maior te levou para os EUA, casou, tem sua filhota ( que por sinal é uma boneca de tão linda) e está ai...
Linda história. Eu estou pensando em ser au pair tenho 24 anos, trabalho em uma empresa multinacional aqui no Brasil (álias moro em São Caetano), mais preciso muiiiito do inglês, estava com muitas dúvidas em relação a largar tudo para ser uma "au pair", por mais que já comecei minha carreia aqui o maledito inglês sempre me atrapalhando... enfim... com seu blog consegui esclarecer algumas dúvidas...

Agoro suas histórias, sua família é linda!

Um beijo e continue escrevendo, vejo que vc tem muitos leitores!

Silvana disse...

Mas não é só no Brasil não, o que dizer de It's now or never X Sole Mio?
Silvana

Dani disse...

Fabiane,
O Santos Dumont executava suas experiências sem pensar em patentes, pois acreditava na evolução da humanidade. Na França é reconhecido pelos vários inventos: o hangar, o relógio de pulso que pediu pro amigo Cartier produzir.
Já os irmãos Wright contribuiram para a aviação, mas o vôo deles não tem testemunhas e foi com uma alavanca. Existe um escritor americano que lançou um livro sobre Dumont e lança comentários até sobre a homossexualidade dele.
E quanto à acreditar que Garota de Ipanema era originalmente americana, tem que ser muito alienado e arrogante. A sonoridade dela e o tema são tão americanos né? Jamais seria brasileira! Hehe! Isso é ironia!
E quanto à versões, acho que é vergonhoso fazer um subproduto de músicas que já são ruins no original, mas existem excessões.