quarta-feira, outubro 10, 2007

Normal ou Cesária?

Definitivamente, cada mulher tem a sua opinião sobre o assunto. Pode já ter passado por isso ou não, mas no fundo no fundo, sabemos o que queremos.

Eu sempre soube. Não sei se foi porque cresci no Brasil onde a cesária é comum (em 2001, 31% das pacientes do serviço público e em 72% das pacientes do serviço privado tiveram parto cesariana), mas sempre quis ter cesária. Sempre. Mesmo minha mãe tendo tido 3 filhos por parto normal, nunca houve essa dúvida na minha mente, e isso é totalmente pessoal.

O Brandon sempre apoiou a minha decisão. Não só apoiou, como gostou e ficou feliz. Na cabeça dele é melhor já marcar a data do parto, do que ter que ficar esperando o dia que isso vai acontecer, ir pro hospital, ver a mulher 24hrs sofrendo em trabalho de parto, e no fim ainda ter que fazer uma cesária de emergência.

Aí mudei para os EUA, onde o negócio é ter parto normal. Assim, ponto. Cesária só mesmo se houver complicações no hora do parto, ou sabendo-se que há alguma anormalidade com o bebê.

Quando engravidei fiquei sabendo por más línguas que aqui o seguro médico não autoriza o pagamento de uma cesária se ela não é necessária. Como assim Bial? Nem preciso dizer que já comecei a entrar em pânico. O meu negócio é que não gosto de dor da qual não sei que grau será. Nem quantas horas isso durará. É egoista? Pode ser...dependendo da sua opinião. Após a cesária, sabia que a dor sería de uma cirurgia, e que há um corte que precisa ser cicatrizado. É bem mais simples pra mim encarar dessa forma. E outra... não consigo imaginar um bebê saindo, sabe, de . Não gosto nem de pensar! Pra mim não tem esse negócio de "ahh, é a coisa mais linda que você pode passar na vida" ou "é uma conexão enorme que vc tem com o bebê". Pra mim, minha vida com a minha criança vai mostrar isso, o amor durante o crescimento, e não o parto em si. E de novo... isso é totalmente PESSOAL! Cada (futura) mãe sabe onde o seu sapato aperta, e o que é melhor pra ela.

O problema é que muitas pessoas amam julgar a atitude ou escolha dos outros, e isso é muito mais aparente aqui na América. São mil e um programas na tv sobre a gravidez, o parto, o pós-parto, a criação e educação das crianças. E parece que sempre no mesmo tom: "parto TEM que ser normal!" Aí, a mãe sonha por esse momento por 9 meses, e chega no dia, acontece alguma coisa, e ela acaba tendo cesária. Aí mostram o sofrimento eterno da mãe que não teve aquela "conexão" com o bebê na hora do parto. Vejam, eu não estou julgando a escolha da mãe, mas sim o sofrimento por uma coisa que não foi culpa dela. E no fim, o que importa é que o bebê nasceu saudável, e que ela tem uma vida inteira para ter essa "conexão" com o filho/a.

Eu acho mães que tem parto normal bem corajosas. Eu não sou, e não tenho vergonha disso. Mas lembro que vivemos num tempo em que a "tecnologia"médica é avançada, e acho que toda ajuda para enfrentar um processo sem dor é bem vinda. Vai ter parto normal... qual o problema em ter uma epidural? Porque vc vai passar por alguma com dor se pode ter sem? Aí tem as "heroínas", que fazem o maior fuzuê na televisão, querendo mostrar como elas são o máximo por "optarem" pelo parto normal - e- sem anestesia. Sabe, porque tem que ser completamente natural, etc e tal... Sinceramente? Eu não entendo. Mas...

Deixa pra lá... não vou julgar.

No final das contas, na minha primeira consulta, já de cara perguntei se podería ter parto cesária, e a meu médico entendeu perfeitamente os meus motivos e disse que agora, aqui na América, o seguro saúde é obrigado a pagar pelo parto, independente dos fins e necessidade. Ufa, que alívio.

Tudo correu perfeitamente bem, me recuperei em menos de duas semanas, e a dor pós-parto foi muito menor do que estava esperando. Não me arrependo um minuto sequer.

Aí, na primeira consulta com a Rebecca, a pediatra (que ainda não conhecia) começou à checá-la, viu a cabeça..."redondinha né?! Você teve cesária?" Disse que sim. Aí ela perguntou se eu tive algum problema na gravidez. Disse que não. Aí ela perguntou se a Becca tinha algum problema. Disse que também não. Aí ela já toda bravinha: "Então qual é o motivo de ter uma cesária?". E eu disse que foi por opção. Sem brincadeira, ela fez uma cara medonha e ficou brava! Já ví que ela não era a pediatra certa pra mim.

E isso não tem fim...eu nem toco no assunto porque parece que aqui, pra muita gente, isso é tabu. Ninguém se conforma. Eles não precisam dizer, mas os olhinhos mostram o pensamento: "Ela não tem coração." " Ela é egoísta." "Onde já se viu!" E podem vir com mil e uma histórias de como o parto normal pode ser melhor, mas também há muitas e muitas outras de como o parto normal não teve um final feliz. E no fim, muitas vezes são essas mesmas pessoas que criticam uma escolha como a minha que tem o maior preconceito de todos...o da amamentação em público. São essas mesmas pessoas que que são orgulhosas por terem tido parto normal e por ser natural e bla bla bla, que te olham com cara feia quando você está amamentando seu bebê numa praça, no parque, ou onde quer que seja.

Feliz sou eu que tenho uma mãe como a minha. Que teve parto normal, e acha a melhor opcão. Mas que acima de tudo...Concorda em discordar. E eu também...

Eu e Becca (um tempinho atrás)... felizes e saudáveis!

E qual é a sua opinião?

20 comentários:

Laura disse...

Cyn, eu tive parto normal com epidural, e posso garantir que epidural nao oferece parto livre de dor. Epidural funciona como uma especie de IV (soro) aplicada nas costas, cuja dosagem eh controlada durante todo tempo pelas enfermeiras. Na fase final do trabalho de parto, as enfermeiras desligaram a minha completamente para que eu pudesse sentir as contracoes e puxar o bebe para fora. E dor de parto doi demais, haha! posso garantir. Mas nao me arrependo nao. Meu filho nasceu saudavel, lindo, e a minha recuperacao foi bastante rapida. Na hora a gente ate pensa "aonde foi que eu me meti?" mas na hora que a crianca nasce, tudo vale a pena.
Mas eu nao condeno as escolhas de ninguem nao. Eh cada um na sua. O que importa no final das contas eh uma crianca saudavel e a mamae tambem.

Beijos

Fabiane Ferraz disse...

Oi Cyn,
Lembro de ter falado contigo sobre esse assunto quando estavamos gravidas(?) e eu lembro de ter dito que eu gostaria de ter normal (com epidural, e claro! Nao sou louca.)e no fim nao tive nem a possibilidade de tentar porque meu bebe era muito grande e estava completamente virado. Tive que fazer uma cesarea marcada e na hora tudo foi lindo, vi o bebe saindo sem dor, beijei ele ali mesmo e tal... mas depois, meu pesadelo comecou e durou mais ou menos 1 mes. Acho que eu ainda sou mais sensivel a dor do que tu pensa que tu e hehehehe.
Nao me arrependo de ter tido uma cesarea mas vou tentar ter normal (com todas as drogas que uma mulher gravida tem direito!) da proxima vez. Quem sabe pra mim vai ser melhor ter dores fortes ali na hora do que dor todos os dias por um mes.
Eu nunca passei por uma situacao como essa que tu passou com a pediatra, achei um absurdo!!! Ela que cuide da vida dela.
O negocio e que cada um decida o que e bom pra si e torcer pra que os bebes venham ao mundo saudaveis. Ninguem tem direito de julgar ninguem quando se trata de como tu vai trazer teu filho/a ao mundo.

Acho RIDICULO como eles tratam o tabu da amamentacao em publico. Eu vejo muito as maes tentando esconder o peito pra dar de mamar em parques, playgrounds.
Eles acham lindo que as criancas mamem ate quando queiram mas fazem de tudo pra que seja bem dificil.
Quando eu estava amamentando simplesmente ignorava e meu lema era "se nao quer ver que vire o rosto pro outro lado". Nunca dei bola e se alguem tivesse dito alguma coisa iria sentir o poder dos meus hormonios mudando (como diz o Andy).

Voces estao planejando outro baby?

Sonho Meu disse...

Oi Cyn...
Long time ago eu fiz minha primeira cesária no Brasil mãe de primeira viagem 34 anos. Um ano e meio depois com quase 36 anos e morando nos States, eu fiz minha segunda cesária. Nos dois casos, fui aconselhada pelos medicos a optar pela cesária, por motivo da minha idade bla bla bla.
Os meus babys cresceram... um é engenheiro da Nasa e a outra estuda Relaçoes Internacionais aqui em Washington. Foram babys, crianças, adolescentes e atualmente adultos sadios e mais do que normais.
bjos,
me

Carol in Wenatchee disse...

nossa! estou contigo e não abro!!!
mas a "discriminação" aki em relação a isso, realmente, é bem forte.
tb quero cesárea, e daí???
bjus
Carol
PS (Vamos ver se o post entra dessa vez!)

Aline Godoy disse...

Oi Flor!

Qdo chegar minha hora vou preferir o parto normal simplesmente pq dizem ter a recuparação mais rápida, mas se for melhor uma cesárea, vamos em frente! O mais importante é mãe e bebê estarem bem!

Qto aos olhares tortos, se fosse comigo eu simplesmente diria q no meu país há uma pergunta p/ esse tipo de pensamento; "vc paga as minhas contas?" ou seja "mind your own business!"... ah! q vão catar coquinho!!! (acho q estou de TPM) hehehe

O importante é vc ter feito o q quis, teve apoio do maridão e da mãe e Bequinha está aí. cada dia mais linda! E essa pediatra q vá procurar o q fazer, ela relamente não estava à altura de vcs!

Super beijo

Sergio e Marilena disse...

Olá Cyn,

tive 3 filhos de parto normal (a mais nova há nasceu há dois meses) e não me arrependo. Também pudera: foram partos induzidos, com anestesia, eu tinha dilatação, os bebês eram pequenos, os partos foram rápidos e tranquilos. É bem verdade que senti dor para assegurar que tinha entrado em trabalho de parto, mas depois da anestesia não senti mais nada. Assim, fica muito facil eu sair dizendo que o melhor é o parto normal.
Concordo plenamente com vc que a decisão tem que ser unica e exclusivamente da gestante e o melhor parto é aquele em que a mulher se sinta mais segura.

Marilena

Cheers! Fla disse...

Oi Cyn, concordo c/ vc em genero num,ero e grau. Eu nao sabia q desde a hora q vc engravida os olhos estao em vc. Todo mundo da opiniao, te julga. Isso me irrita tanto!!!!! A unica pessoa quem pode decidir sobre isso e sobre amamentacao eh a mae e mais ninguem, pois mais ninguem vai ter q passar pelo q a mae esta passando ou vai passar. As vezes eu me vejo tentando achar desculpas pelas minhas decisoes, onde nao deveria.

Desculpa o desabafo, mas esse assunto deixa meu sangue fervendo he, he.

bjs, Fla

ps- Aquele vestidinho q vc deu pra Victoria ainda serve nela e ela adora, usou outro dia mesmo.

Lucia Stevenson disse...

Bom, eu tb morando aqui, sei como certas pessoas sao ridiculas com esse assunto, e acham que podem e devem te julgar devido a escolha de fazer cesariana. E' algo pessoal que ninguem tem que dar palpite.

Eu nao quero ter filhos, mas de jeito nenhum eu teria parto normal. Nesse sentido sou sortuda por tres motivos: sou brasileira, e se fosse realmente um "issue" de nao poder fazer cesaria, iria ter meu filho no Brasil, pois tenho medicos na familia la. Segundo que umas das minhas irmas tb e' medica aqui e com certeza me ajudaria com isso. Terceiro e' que anos atras, eu tive fibroides do meu utero e meu gineco/obstetrista teve que remove-los com cirurgia. Disse que levei bastante pontos no utero e que se fosse ter filho, ele recomendaria cesariana pra evitar stress. Nao recebi noticia melhor, pois sabia como era aqui com isso.

Concordo contigo, essa e' uma opcao muito pessoal e fiquei aliviada de saber por voce que, se um dia eu mudar de ideia, nao vou precisar me estressar com isso ou com o seguro pagando.

E voce fez certo mesmo trocando de pediatra, eu ja nao ia aguentar a ficar quieta se ela ficasse "bravinha" sobre a minha escolha. Acho isso mt falta de profissionalismo. Bjos

Anônimo disse...

Cyn, ainda me recordo da pediatra saindo da sala e vc traduzindo p mim q ela estava admirada de vc n ter tido um motivo p fazer a cesária, e termos conversado q seria melhor arrumar outro pediatra,lembra?Foi sua melhor decisao no assunto.E sua recuperação tbem foi ótima, acho de tanta vontade q vc tinha de fazer cesária. Final feliz.. vc e a Becca estão ótimas!

Tua mãe

like Bridget Jones... disse...

Oieeeeeeeeeeeeee


Ai, esse papo de parto... eu tenho medo dessa coisa de parto normal, e lógico que nao quero sofrer com dor e tal, no dia que meus filhos nascerem.... entao, lógico que escolho a cesária...

Aqui, cyn, a gente nao escolhe, é sempre parto normal, até o ultimo momento, só escuto coisas ruim dos partos das minhas amigas, imagina ....
Miga amiga me disse prá ir vendo as médicas e já vai dizendo que quer parto cesárea e perguntar na lata: VC faz ?
Se nao Bye.
E é isso que eu pretendia fazer....

Ainda nao engravidei, ´mas minha sogra já sabe que eu etenho medo de parto, tenho medo da dor do parto e ela me disse que eu tenho que ser + corajosa...
humf...
Parto normal, sem anesteia ? ah, nen pensar!
Morro de medo.
Eu hein ?
Bom, vamos ver como será quando eu engravidar...mas como tenho várias amigas que já tiveram filhos, vou colecianando dicas...

Bom, fico por aqui...

beijao e bom final de semana prá vc!!!


Angela

like Bridget Jones... disse...

Ahhhhhhhhhh Feliz dia das Criancas REBECCA !!!!
8-)

beijinhos

da Angela

* Leda disse...

Cyn,na minha opnião, cada caso é diferente do outro,dependendo da mamãe! Eu agora me conheço e sei que ñ tenho uma dilatação adequada,por isso meu próximo filho terei cesária.Pq minha 1º vez,como ainda era mto jovem ouvi inúmeras opniões de que parto normal é melhor!Fui corajosa e sofri horrores,minha bolsa rompeu no caminho p/ o hospital,passei uma noite inteira sofrendo com dores e no outro dia quase no fim da manhã depois de ter tomado algumas injeções de força,foi que consegui ter minha filha,que nasceu com olado esquerdo roxinho,pq como a bolsa rompeu-se na noite anterior ela ficou horas sem proteção e oxigênio!Poderia ter morrido!E sofri pq estava num hospital de freiras, cujo cesária só é feito em último caso o que acho que era pra ter sido o meu!Em parte a culpa foi minha pq eu aguentei calada e quietinha mesmo com muitas dores e só qdo começei a gritar foi que enfim viram que meu caso era sério!Um horror,ñ aproveitei nada, ñ vi nada de natural e lindo,estava traumatizada pois o obstreta teve que apertar minha barriga com muita força...Costumo sempre dizer que a dor do parto para mim foi um alívio, sofri muito com as contrações!Mas Graças a Deus ñ aconteceu nada de sério!Minha filha e eu estavamos mto bem, minha recuperação foi excelente!Voltei a forma rapidamente!Mas nunca esqueço, que enquanto eu sofria com dores, uma senhora chegou e foi colocada ao meu lado enquanto preparavam a sala,sem dores e em poucos minutos, teve o bêbê na minha frente!Foi tão rápido que fiquei admirada!Se fosse assim com todas, vale a pena!Por isso cada caso é um caso!Alguns dizem que parto normal é lindo, eu sinceramente ñ acho!Lindo é estar segura e tranquila com tudo preparado!
Bjs

* Leda disse...

Desculpa o comentário ñ quero assustar as leitoras que passam por aqui!Apenas relatei meu caso, o correcto é conversar com o obstreta e decidir qual a melhor escolha para mamãe e o bêbê!

Erica disse...

Eu sempre achei que teria parto normal.Independentemente dessa ideia, conexao-mae-bebe, o maior motivo p eu querer parto normal eh que sempre tive pavor de cortes. Entao quando fiquei gravida, nem pensei pq eu queria normal. Minha irma teve normal, trabalho de parto de 40 min e jura que nao sentiu dor. Eu com 40 semanas nao tinha nada de dilatacao a medica ja tava dizendo, nao podemos esperar vai ter que ser cesaria, eu ainda pedi uma ultima chance, que tentasse induzir o parto. Entao fui p hospital na intencao de ter parto normal, induzido. Entrei em trabalho de parto. Eu macha disse que ia aguentar o que fosse. Depois de 4 horas eu so tinha 3 dedos de dilatacao. Uma puta dor, eu ja nem pensava mais direito e Minha medica disse que o melhor seria cesaria pq nao havia dilatacao. No final o cordao tava enrolado no pesco do Luccas, ou seja eu poderia ficar 20 horas sofrendo, nao adiantaria pq seria cesaria. P mim o importante foi ve-lo perfeito e com saude. A minha recuperacao demorou 3 semanas, foi bem dolorido esse tempo, mas passou e estamos otimos!
Realmente essa eh uma decisao da mae. Eh seu corpo, sua cabeca, seu bebe, ninguem tem que criticar. Aki no Brasil nao tem isso de criticas, como vc mesma disse, o medicos, por uma questao de praticidade, preferem fazer cesaria. Mas, minha avo, mesmo sabendo que o cordao tava enrolado no pescoco, veio com essa " Ai Kinha, parto normal doi mesmo vc deveria ter esperado mais" Nos States ou Brasil, ninguem esta livre de criticas, o melhor eh nao dar bola.
bjs

Patricia disse...

Cyntia!
Sei bem o que vc está falando. Eu pessoalmente vou querer ter parto normal pq sou mto tolerante a dor e detesto médicos e hospitais. No Canadá vc não só pode ter parto com uma parteira(midwife-estudam tanto quanto médicos) e pode ter esse parto em casa! Sem precisar ir a hospital.. Minha hm teve os filhos em casa, está grávida de 38 semanas e vai ter a próxima nenê em casa tb..
A irmã dela teve a filha na banheira. Eu acho q se vc não suporta dor, mas está ok com hospitais e médicos faça c-section. Pq o importante no final é o bem estar do bebê e o parto menos traumático. Pq li umas histórias na parents magazine de partos naturais bem complicados. Pra tudo existe meio termo..

Uma coisa q me deixava doida nos EUA é q as mães falavam de boca cheia q fizeram parto normal, e depois com 1 mês de vida davam fórmula para os bebês.. ai ai!
:X

A Rebecca é linda!! Ela deve estar enorme agora!!
Beijão

Euzinha disse...

Concordo com vc, cada um sabe onde o sapato aperta e ninguem tem nada a ver com isso rs imagino q por ai seja assim mesmo, assisto aqueles programas do discovery e vejo o tanto q tem sobre partos e criancas rsrs e cesarea so emergencia...
Bjo

Cristiane disse...

Oi Cyn,
Bom, eu ainda não tenho filhos, mas quando for a hora, vou preferir parto normal. Como já foi dito antes, também sou bem tolerante à dor e só procuro o médico quando a dor que eu estiver sentido for extrema. Claro que não tenho preconceitos contra quem decide por cesariana, e caso eu precise fazer uma algum dia, vou encará-la numa boa. Acho que o mais importante é o bebê. Concordo com você quanto à "conexão com o bebê". Acho que esse tipo de relação é criada ao longo do relacionamento entre a mãe e o filho. Não tem nada a ver isso de parto normal ser essencial para ser criada uma "relação estreita".
Mas, mesmo preferindo o parto normal, sei lá... Vai que quando for chegando a hora eu não mude de idéia... Hahahaha
Beijão

Silvana Nunes - Bauru - SP disse...

Oi Cynthia, acho q vc não vai se lembrar de mim, mas morei em DC e fui pela Go Aupair (nos encontramos até em uma ou duas reuniões), eu era amiga da Babi Laurenzano, mas enfim, a Janice as vezes manda fotos dela e acabei achando seu blog que é muuuuito legal( vc deveria levar a sério mesmo esse lance de escrever, sabe? Tipo um livro...). Fiquei super feliz em saber que vc casou, tem uma filha LINDA(enorme já!!!), se mudou de DC...bom, desejo tudo de maravilhoso pra vc, pois vc merece!
E qto ao assunto em pauta, tô contigo e não abro! Minha mãe teve minhas duas irmãs mais velhas de parto normal e eu de cesária, ela sofreu DEMAIS nos partos normais e ela diz sempre: "Prefiro um milhão de cesárias do q parto normal..." sei lá, cresci ouvindo isso e conselho de mãe é lei, né??? hehehe
Beijão pra vc!

Monica Mello disse...

Cyn,
Eu tb pensava nto na cesárea por medo da dor. Fiquei um dúvida por muito tempo, mas devido a recuperacao do normal ser mais rápida e tudo que dizem sobre o parto normal ser melhor, resolvi tentar. Epidural é tudo, ao contrario da laura, a minha anestesia durou até o final, as contracoes eu sentia como uma pressão , mas sem dor, e entao sabia que era hora de fazer força. Acho que cada um sabe mesmo onde o calo aperta, e julgar como vai ter o filho não faz sentido. Mae é mãe. Sendo de cesárea, parto normal... o que vale em tudo isso é a conexao sentimental, a convivencia, o amor.

Becca é muito lindinha, conte as ultimas dela, o que anda aprontando!

Beijao

Anônimo disse...

oi! li e concordo com praticamente tudo! não acho q pra ser mãe tem q passar por processos de dor, sacrificio. não imagino pq algumas pessoas possam pensar q vc so vai ser boa mãe se deixar seu lindo bebe de 2/3kg passar por um orificio com poucos centimetros , sentindo todas as piores dores. eu acho parto normal algo invasivo a privacidade da mulher, a mulher fica muito exposta e fragil. eu fiz enfermagem, e ajudei em muitos partos, minhas superiores sempre me orientaram a dizer q parto normal é uma beleza e amamentar é muito facil, so nao faz quem é egosta e ruim. so q assim q me descobri gravida, procurei uma obstetra q so optava por fazer cesaria, conhecida aqui por não deixar as parturientes sofrendo. e a ginecologista da minha mae aconselhou a minha mãe q eu fizesse parto normal , q seria melhor, ai pedi a minha mãe pra perguntar a ela quantos filhos ela tevede parto normal, ela respondeu q ja trouxe ao mundo centenas de bebes de parto normal , mas os filhos dela nasceram de cesaria pq ela não suporta sentir dor... fiz minha cesaria com dia e hora marcados. foi as 8:00h da noite, depois pedi pra dormi, as 7:00h da manha acordei como se nada tivesse acontecido, levantei, nao sentia nada, tive q procurar a pequena incisão pra acreditar!! tava esperando um dor horrivel de um pos operatorio... não senti nada e ate hoje to querendo saber a desvantagem da cesaria... eu sei pq o governo incentiva tanto o parto normal, sabe pq? não pense q é pela saude do povo não ta , q o governo se licha pra isso, é pq o parto normal é mais BARATO!! ja a cesaria tem um custo mas alto devido aos medicamentos, anestesia e tals. e pq insentivar o parto natural? pq é feito na sua casa, gorveno não gasta nada com vc, é tudo por sua conta!! essa é a minha opinião sobre parto, mas cada um tem a sua e a escolha vai do q vc deseja pra vc, eu fiz a minha por cesaria e to satisfeita! minha cicatriz tem exactos 11 cm.tem gente q tem medo da cicatriz da cesaria, sendo q no parto normal 90% dos casos tem a episiotmia q deixa a mesma cicatriz so q entre o anus e a vagina, cicatriz essa e dificulta e muito o retorno da vida sexual. e falando de amamentação, eu acho q vai de cada um, eu não me sentia avontade pra amamentar diante de ninguem, então nao o fazia, recebi criticas, mas não faria algo q feria minha intimidade, tem quem não ligue, e acho ate legal, vc amamentar em qualquer lugar sem ligar para olhares indiscretos, mas eu não conseguia ser assim... e a minha mãe ajudou muito a eu tomar pavor de amamentar, ja q queria q eu ficasse muitas vezes SEM BLUSA no shoping ou na espera do pediatra pra amamentar diante de qualquer pessoa... fiz umas 2x e me senti muito mau... uma vez cheguei a ficar constragida quando percebi dois homens me olhando e um deles excitado...=$ so quem passa sabe o q é essa faze da gravidez ate o bebe estar grandinho... muito delicada , e cheia de questinamentos...