terça-feira, dezembro 18, 2007

Alegria e Tristeza...Tudo ao mesmo tempo...

Pois é...adivinhem. Não deram o visto para o meu irmão. Tô muito P da vida...muito mesmo. No entanto, deram p/ o meu pai e minha mãe, o que me deixa muito, extremamente feliz.

Mas sabe quando parece que está faltando um pedaço? E aquele ponto de interrogação enorme na minha cabeça, sem entender o porquê.

Tudo bem...a única coisa do contra é a idade (prestes a fazer 21) e trabalhando com a família. Não está numa faculdade ou coisa assim.

Mas, e o "histórico"da nossa família, não conta não? Eu nunca fiquei aqui ilegal. Meus pais e meu irmão mais velho, todos vieram p/ cá e voltaram numa boa. Mesmo tendo visto de 4 anos.

É por isso que eu fico doida...o Bill (o mais novo que tentou o visto) é o único da nossa família que nunca veio pra cá. Porque a primeira vez que viemos ele tinha menos de 4 anos, e meus pais decidiram não trazer, pois nós não aproveitaríamos a viagem, e nem ele se lembraría dela depois.

O que me confunde mais ainda é que...em 1 ano, eu posso ter minha cidadania americana, e daí eu posso aplicar p/ ele imigrar pra cá. Eu sei que o processo pode durar alguns anos...mas, o que importa é que, aplicar p/ ele ter um green card eu posso, mas eles não podem deixá-lo vir apenas me visitar. É o fim da picada. O que me deixa mais doida ainda é que... ele não tem a mínima vontade de morar aqui. A única coisa que ele queria era passar uns dias aqui com a gente.

Isso corta o meu coração, profundamente.

Enquanto isso, os milhares de dólares que pagamos em imposto todo ano, parte disso vai pra quem mora aqui ilegal e que fica tendo filho sem seguro médico - só pra dar um exemplo. E outras coisas mais...

Anyway, estou arrasada...

Guenta aí Bill.... a gente vai dar um jeito!

Te amo viu?!!!

12 comentários:

Sonho Meu disse...

Cinthia,
Essa idade é vetata la Consulado Americano.Ácho que eles tem umas regras...foi jovem vai ficar ilegal. Eu tambem tenho uns sobrinhos(as) la no Brasil que tao doidos pra vir somente visitar isso aqui, mas nem cogito a possibilidade, pois sei que eles nao vao consegurir visto.
Paciencia...proximo ano vc pode aplicar pra um gcard pra ele.
bjos,
me

Ana Paula Soldi disse...

Oi Cyn

Que chato isso, dá muita raiva mesmo, eu gostaria tanto que no Brasil eles fizessem a mesma coisa com os americanos, só pra eles verem o que é bom.
beijos depois posto a receita das empanadas beijos

Anônimo disse...

Olha entendo sua indignacao pelo fato de seu irmao nao ter conseguido o visto. Mas foi bem preconceituoso o seu comentario sobre impostos pagos que servem para ajudar pessoas que nao tem seguro medico. Legais ou ilegais, nao importa, isso nao te da o direito de "julgar" as necessidades das pessoas. Pense que esse "neguinho", a proposito, termo super pejorativo, que fica tendo filho sem seguro medico, poderia ser vc ou alguem da sua familia ou mesmo algum amigo(a) numa situacao de desespero ou emergencia. Antes que querer "receber" alguma coisa agente precisa saber "dar" "doar".
So p finalizar, nao estou querendo te irritar ou coisa assim. Minha intencao e que vc pare e pense um pouco no seu comentario. Como uma pessoa inteligente que eu sei que vc e, ja que leio seu blog ha muito tempo, acho que vc vai acabar concluindo que seu comentario foi infeliz.

Marjory Limeira disse...

Oi Cyn... acabei de ver seu post e tenho uma sugestao, pede pra ele marcar a entrevista em outro consulado. Minha amiga acabou de fazer issso, ela teve o dela negado em RJ , entao ela decidiu ir em Recife e eles deram o visto pra ela...quem sabe ;)

Anônimo disse...

Pois é Cyn, não deu.
Mas tudo bem, pelo menos o pai e a mãe vão.Eu ja nem criei muita expectativa pis sabia que a chance deles me aprovarem era minima.Mas tudo bem, uma hora ou outro eu vou.Tente aproveitar o maximo com o pai e a mae, blz!!!
Bjão... Bill

Ellie disse...

Oi Cyn. Fiquei super chateada ao ouvir sua estoria. Eh triste mesmo, a gente faz tudo certinho e nao consegue, dah raiva mesmo.

Mas vai passar...

Beijinhos

Faby disse...

SEI EXATAMENTE O QUE VOCE ESTA SENTINDO, CYN... toda a minha familia ja teve visto negado, incluindo meu irmao que, como o seu, nao tem nenhuma intencao de morar aqui... E isso do GC pras familias depois da sua cidadania tb me irrita muito. Por que nao dao o visto de uma vez ja que ano que vem voce vai poder aplicar pra GC pra eles??? Ridiculo!!!
Eu nao sei se a idade e um ponto a menos pra ele nao. Meu pai tem 62 e ja teve varios vistos negados e eu sempre achei que e porque ele e mais velho, que talvez eles achem que o meu pai vai vir pra ca, ficar ilegal, doente e ficar as custas do governo...
Na verdade nao acredito que eles tenham criterios claros nao.
Bom, o negocio e o seu irmao tentar de novo e ver no que da...
Boa sorte pra ele da proxima vez.
Aproveita seus pais qdo eles vierem.
Beijos

Dani disse...

Cyn eu sou uma das caladinhas que ler seu blog mais hoje concordo com o que o anonimo falou.Achei sua atitude muito preconceituosa em relação aos imigrantes illegais.O atendimento médico dói no bolso dos imigrantes e você não tem idéia de como as pessoas como estas sofrem em um país estrangeiro.Vivo legal nesse país,pago imposto mais não condeno ninguem porque não tem um seguro de saúde ou porque esta ilegal.Muitos deixam o seus país em busca de uma vida melhor,em busca de fazer um pouco de dinheiro e ter uma vida tranquila e as vezes sofrem suas dores calados porque não tem como pagar médico aqui. Não condeno o imigrante ilegal que deixa o Um país governado por corruptos, ladrões, traidores, traficantes, demagogos, enganadores, a
proveitadores, safados, picaretas, mercenários, malandros, filhos-das-putas!!!! Onde um infeliz que passa fome e rouba pra sobreviver é espancado, torturado e humilhado, e apodrece na cadeia.Não possui um sistema de saúde público que func
ione dignamente. Os serviços públicos são uma m. Onde as oportunidades não são as mesmas para todos. E quem não tem acesso à educação está destinado a ser pobre. Uns poucos que se deram bem sobre o trabalho dos outros. Enquanto uns trabalham mais, outros lucram em cima do trabalho alheio.
Isso sim que corta o meu coração.

Anônimo disse...

WOW, o bicho pegou por aqui.. eh "cada um, cada um" e assim diz o ditado. Mas nao fica triste nao Cyn, vcs ainda vao se ver e curtir. De repente ate nas Zoropas como falamos, quem sabe ne?! Bjkas..Pry

Lucia Cintra Stevenson disse...

Ai que chato, Cyn... nao sei pra que tanta bureocracia, ainda mais tendo o seu "background".

Quando casei, quis que minha melhor amiga do Brasil viesse ser minha madrinha e voce precisava ver como foi dificil conseguirmos um visto. Meu pai teve que escrever pro consulado com todos seus dados pessoais se responsabilizando pela estadia dela aqui alem de sua partida... So faltava ter que assinar em sangue pra provar que era so visita dela por aqui... mas conseguimos.

Estou torcendo pra que ele consiga seu visto logo e que voces possam se ver em breve, pois a saudade dever ser imensa. Bjos

Laura disse...

Sei como voce se sente, a minha irma tambem nao consegue o visto, porque ela eh jovem e "dona de casa" e nunca trabalhou. O problema eh que tem tanto imigrante brasileiro ilegal aqui agora que sofremos todos nos por conta disso. Ouvi dizer que o Brasil esta ate naquela lista de paises vetados que podem entrar na loteria de Green Card.
Beijao

Janice disse...

Oi Cyn!
Nossa... gostei da polemica!!! Por mais que eu entenda a dor e os comentarios da "Anonima", sei que muitos ja foram para a fogueira pelo ato de terem suas palavras tiradas de contexto. Palavras as vezes expressam mais do que realmente significam para algumas pessoas. Mas a liberdade de usar palavras e opinioes nao pode sucumbir a possibilidade da critica. Cada um que resolva sua leitura de 'entrelinhas'.
Mas... eh interressante nos vermos defendendo ou divagando sobre um pais alheio e jogando a toalha para o nosso berco patrio. Tambem o faco... os Romanos e os barbaros(responsaveis por sua queda)tambem o fizeram. O animal tao racional bem no fim acaba repetindo o circulo de nascimento apogeu e queda.
Beijos Cyn,
Ps: NAO FUI EU... ATE PORQUE TENHO CONFIDENCIA IDEOLOGICA PARA ME IDENTIFICAR.
Janice Filipin